MAMÃE TÁ NA GELADEIRA (2005)

 

Curta-metragem de Douro Moura

Gênero: Comédia, Drama

Diretor: Douro Moura

Elenco: Carla Faour, Clarisse Freire, Diogo Cordeiro, Paiva Ferreira, Ruth Guimarães

Direção de arte: Didi Maakaroun

Duração: 17 min

Local de Produção: DF

Sinopse: Desempregado assume a identidade da mãe para esconder a sua morte e não

perder as mordomias de suas pensões vitalícias.

● Meu primeiro trabalho como diretora de arte titular. Eu trouxe toda a paleta de cores com a estranheza à que ela se referia, tendo o longa "O Fabuloso Destino de Amélie Poulan" como inspiração.

● Era um projeto com baixo orçamento, mas tínhamos tanta garra e vontade de fazer, que transformamos uma garagem, do zero, na casa do protagonista. Isso com uma equipe super reduzida: eu, um cenotécnico, uma produtora de arte e outra produtora de arte/figurino.

● Em 40 dias, produzimos tudo para transformar a garagem, que era toda ladrilhada, numa casa toda mobiliada, com direito até a um peixinho no aquário. Demandou muito trabalho de marcenaria.

● Propus que a paleta dessa casa fosse em tons de vermelho e verde, o que a princípio foi um problema para a fotografia, mas o diretor do filme apostou na minha escolha e, no fim, ganhamos quatro prêmios de direção de arte e dois de fotografia.

● Os prêmios e o resultado desse trabalho me motivaram a seguir no caminho profissional que trilhei desde então. Com "Mamãe tá na Geladeira" tive a certeza de que nasci para fazer direção e produção de arte.

Premiações conquistadas:

● Prêmio de Melhor Direção de Arte

● Festival de Miami, junho de 2005;

● Festcine Belém, julho de 2005;

● Festival de Cinema de Canoa Quebrada, fevereiro de 2006;

● Festival GUARNICE de São Luiz do Maranhão, junho de 2006.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom